Poetizando-me

12 de Setembro de 2014 A.J. Cardiais Poesias 220

Na poesia da minha vida,
tem horas que há rima rica;
tem horas que há rima pobre...
Tem horas que a rima encobre
um mar negro de situações...

Tem horas de muitas emoções.
(por sinal, é o que mais há)
Tem horas de meditar
e me distanciar
desta velocidade moderna.

Tem horas que é de eterna
calmaria ou falta de vento.
Pois é neste momento
que espero a poesia
trazer-me algum alento.

A.J. Cardiais

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Meu café há 2 horas

UM CAFÉ SEMPRE CAI BEM...ANTES DO ALMOÇO,DEPOIS DELE... TE FAÇO UM CA...
anjoeros Poesias 6


Ao pé do ouvido há 2 horas

Vem cá, menina... Deixa eu te falar, bem lá dentro do teu ouvido, tudo ...
anjoeros Poesias 8


Poesia viva há 2 horas

AMO VOCÊ,MINHA POESIA VIVA... TRAZES NO CORPO AS ESCRITAS DA VIDA OS MOM...
anjoeros Poesias 7


Só pra te aguardar... há 2 horas

QUISERA PODER LER TUA MENTE... SABER O QUE POSSO FAZER PARA TE SATISFAZER ...
anjoeros Poesias 6


A dor fazia lembrar. há 13 horas

Eu lhe atribui tudo de muito vil... No mais absoluto reflexo e pensar. P...
elisergio Sonetos 18


Meu sonho de mulher há 15 horas

Você é o meu sonho de mulher meu pensamento que se tornou realidade.. C...
anjoeros Poesias 10