Já queimei tantos “escritos”
por não achá-los bonitos
ou dentro do "controle de qualidade"...

Queimei-os.
Mas agora, por vergonha
ou por vaidade
guardo-os, mesmo
sem "qualidade".

Descobri que sou
meu pior crítico.
Não estou à meu favor...

Agora, exponho-os ao mundo.
Ponho-os na rua.
E se não tiverem valor,
a crítica será sua.

A.J. Cardiais