TREVOSO

11 de Setembro de 2011 Abreu Poesias 586

Errantes de velho passado

Por adolescentes, ressuscitado

Godos em olhares sombrios

Estranhos e desiguais

Criaturas em noites vazias



Por decepção ou opção

No preto, camuflados

Maquiados de terror

Drogados em tristeza

Nefastos com pavor



Em imperfeições morais

Exalando hálito morbífico

Todo vício, alimentando

Respingando olhar maldoso

Em cemitérios, morcegando



Alma negra e soturna

Penduricalhos prateados

Pelo corpo, pendurados

Atmosfera misteriosa

Entre trevas, tenebroso

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Obedecendo o Vento há 1 hora

As folhas caem, e eu quero falar sobre isso, sem me preocupar com o feiti...
a_j_cardiais Poesias 25


"Verão na Europa" há 3 horas

Hoje começou o verão Mas todos os dias, são dias de verão O verão na...
joaodasneves Poesias 5


"Maria Emília" há 5 horas

Meu amor Antes de tu nasceres Raramente eu pensava em ti Iria com o pass...
joaodasneves Acrósticos 5


"Sou" há 6 horas

Sou o livro sem palavras Sou a historia por contar Sou o céu sem estre...
joaodasneves Acrósticos 5


"Livro sem letras" há 8 horas

Meus livros já estão sem letras Meu papel sem cor Com a caneta vazia Q...
joaodasneves Poesias 8


Amor há 10 horas

Quando Jesus diz que aquele que o ama é quem guarda os seus mandamentos, o...
kuryos Acrósticos 7