Amante virtual- erótica

14 de Setembro de 2014 professor Poesias 403

Amante virtual

A figura de meu corpo
minha nudez só tua,
sinto o fogo de teus olhos
que me examinam com calma.

E um éfiro delicado,
que me envolve, me protege,
não impede que teu olhar,
me encha de ardor e desejo;
converta tua vista em tato,
e assim me sintas, me toques.

Semicerrados meus olhos,
descobrindo tua silhueta
adivinham que estás muito pronto
sem estar sequer perto,
entrelaçados os corpos,
desfrutando do sexo
que ansiamos desde muito tempo.

Elevarei minha cintura,
sentirei que me penetras,
tuas mãos acariciando,
já meus ombros, já meus seios,
e mordendo os lábios,
sinto o calor dos teus beijos.

E um vai-e-vem constante
que com palavras de excessos,
faz com que eu me molhe toda,
aperte forte meus dentes
enquanto me escapa um suspiro.

Te digo quanto te amo e
que sem ti já não vivo.


Susana Valenzuela(Tradução Mário Faccioni)

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Circunstâncias há 15 horas

Não quero me perder, procurando a perfeição... Ser perfeito em quê? ...
a_j_cardiais Sonetos 38


"A maldade" há 1 dia

De que me serve escrever, inventar, sonhar sem pensar No meu interior me a...
joaodasneves Poesias 8


"Não sei" há 1 dia

Hoje tenho vontade de rir Mas também tenho vontade de chorar Ja nem sei ...
joaodasneves Pensamentos 5


Domínio do Pecado ou da Graça há 2 dias

Se é impossível não pecar enquanto estivermos neste mundo, por que J...
kuryos Mensagens 19


Ventinho Delicado há 3 dias

Uma mulher passa com seu rebolado... Um ventinho delicado faz seu vestid...
a_j_cardiais Poesias 55


Mortos Vivos, Vivos Mortos há 3 dias

O que é viver? Tem gente que tem tudo, e não se sente feliz... Fica as...
a_j_cardiais Poesias 56