Meu Reinado

17 de Setembro de 2014 A.J. Cardiais Poesias 199

Tanta gente me amou,
mas eu não sentia o mesmo...
Eu vivia a esmo,
sedento de emoções.

Tive muitas paixões...
Muitas. Ao mesmo tempo.
Meu coração era o momento.
Meu sonho era o amor.

Não vou falar de dor,
porque a dor que eu sentia,
eu curtia:
transformava tudo em versos.

E no meu universo
eu sabia,
reinar com alegria
e mandar a tristeza
para outra freguesia.

A.J. Cardiais
25.01.2010

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
UM GATO NO ESPELHO há 6 horas

Um gato, parado diante do espelho do quarto de sua dona, discutia com...
madalao Infantil 14


Tudo junto e misturado há 13 horas

Tudo junto. Misturado. Animado. Apaixonado. Completamente dado e entreg...
anjoeros Poesias 14


Quando senti vontade de amar... há 13 horas

Prefiro ser acusado de amar demais do que ser reconhecido por ser aquele q...
anjoeros Poesias 10


Meu café há 1 dia

UM CAFÉ SEMPRE CAI BEM...ANTES DO ALMOÇO,DEPOIS DELE... TE FAÇO UM CA...
anjoeros Poesias 15


Ao pé do ouvido há 1 dia

Vem cá, menina... Deixa eu te falar, bem lá dentro do teu ouvido, tudo ...
anjoeros Poesias 16


Poesia viva há 1 dia

AMO VOCÊ,MINHA POESIA VIVA... TRAZES NO CORPO AS ESCRITAS DA VIDA OS MOM...
anjoeros Poesias 12