VICE-VERSA

22 de Maio de 2011 aureomarins Poesias 463

Graças, senhor meu Deus
Pela suprema ventura de ter nascido
E, nos caminhos da vida, conhecido
A felicidade e a tristeza,
A fartura e a pobreza,
A humildade e a soberba,
Que lapidaram meu coração e minha “ALMA”



Que desgraça, senhor meu Deus
Pela desventura de ter nascido
E, nos caminhos da vida, conhecido
A humilhação, a chibata, a tortura,
Todas dores tão doidas,
Que dilaceraram meu coração,
Mas não a alma, pois escravo,“ALMA” não tinha.


Leia também
Janela Para o Amor há menos de 1 hora

Abra sua janela para o Amor... Não o amor de um só. O Amor de um sol, ...
a_j_cardiais Poesias 23


Desconstruções há 1 hora

Minha vida muitas vezes fica tão distante dos meus poemas... Quando as c...
a_j_cardiais Poesias 21


"Amiga cadeirante" há 1 hora

Vi alguém que me fez chorar, Enquanto eu passeava a beirinha mar, Ela ar...
joaodasneves Homenagens 5


"A felicidade és tu" há 2 horas

Nada mais bonito Que olhar as estrelas E ver-te a Ti Sentir a brisa da n...
joaodasneves Poesias 5


"Adoraria" há 9 horas

Eu adoraria mesmo era saber! Se realmente não sentes mesmo nada? Se não...
joaodasneves Poesias 8


"Teolenny" há 20 horas

Tu um dia foste meu amor. Eu te amei como nunca tinha amado. Onde juntos ...
joaodasneves Acrósticos 6