Do jeito que eu gosto-Regine Luise

29 de Setembro de 2014 professor Poesias 216

Do jeito que eu gosto-Regine Luise

Desde que te conheci, nunca tive dúvidas disso e do quão boa jornalista você se tornaria.
Fosse num blog escrevendo sobre amor, numa revista, no jornal ou no rádio.

Também percebi que pintou os cabelos de novo, e embora estivesse quase de perfil, eles estão longos, do jeito que você sempre quis que ficassem.

As unhas vermelhas combinavam com o batom que realçam os seus lábios carnudos que eu estupidamente tanto resisti para não beijar.



O nosso silêncio-Regine Luise

A culpa é minha por nunca ter tido a coragem suficiente de te perguntar.

Saber se você queria.

Se eu fechar os olhos, posso lembrar do seu perfume pregado na minha pele, de quando eu te abraçava forte.

E mesmo quando você brincava e me pedia para te soltar, a minha vontade era ficar preso naquele abraço.

Abraçados.

De mãos dadas.

Ouvindo uma música romântica, ou simplesmente o silêncio

- o nosso silêncio.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
"Verão na Europa" há 2 horas

Hoje começou o verão Mas todos os dias, são dias de verão O verão na...
joaodasneves Poesias 4


"Maria Emília" há 3 horas

Meu amor Antes de tu nasceres Raramente eu pensava em ti Iria com o pass...
joaodasneves Acrósticos 5


"Sou" há 4 horas

Sou o livro sem palavras Sou a historia por contar Sou o céu sem estre...
joaodasneves Acrósticos 5


"Livro sem letras" há 6 horas

Meus livros já estão sem letras Meu papel sem cor Com a caneta vazia Q...
joaodasneves Poesias 6


Amor há 8 horas

Quando Jesus diz que aquele que o ama é quem guarda os seus mandamentos, o...
kuryos Acrósticos 7


ESTÁ TÃO ESCURO (poesia infantil) há 10 horas

Está tão escuro Por causa do muro O chão é duro Não bata o nari...
madalao Infantil 7