O dia em que o sol se foi

30 de Outubro de 2011 Gisela Cardoso Poesias 473

O dia em que o sol se foi
Se foi em um dia ferido
Triste e agonizante
O dia em que não pude mais
Ver o seu sorriso pelo meu olhar
Melancólico.

O dia em que o sol se foi
Se foi em um dia em que
Pedistes para não o olhares mais
Só olhei as minhas sombras
Que me perseguem mesmo na
Ausência de meu sol.

Meu sol és tu!
Meu amor que um dia
Dissestes que me amava
Mas me prendeu no abismo
Da solidão

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Bendito Amor Eterno há 9 horas

Quando pensamos que Jesus disse que todo aquele que lhe foi dado pelo Pai, ...
kuryos Artigos 6


"Vendo" há 11 horas

Hoje vendo um corpo sem alma, e um extrovertido coração partido, uma ...
joaodasneves Acrósticos 6


"Te amo vinho tinto" há 14 horas

Tu meu querido vinho tinto, és e serás a minha inspiração, Ter o cop...
joaodasneves Poesias 7


Gradeados há 14 horas

O céu está logo ali, depois dessa janela enjaulada... Meu amor é qua...
a_j_cardiais Poesias 48


Vida Artística há 14 horas

Não quero viver ao Deus dará... Sei que aqui, em se plantando tudo dá....
a_j_cardiais Poesias 38


"Eu sou boémio" há 14 horas

Eu em criança já era rebelde e um pouco vadio. Usufruía da noite, mesm...
joaodasneves Acrósticos 4