Astros e grãos

31 de Outubro de 2011 William Adriano Poesias 465

Astros e grãos
(de William Adriano)

Um pequeno grão de areia
Um planeta na imensidão
Um instante de silêncio
Um estado de contemplação

O céu que contava contos
As estrelas que cantavam sonhos
A noite que escondia segredos
Os olhos que em sono fechavam

Tão complexos e gigantescos
Ao mesmo tempo insignificantes
Perante a grandeza do universo
A eternidade merece respeito

Enfim os olhos se fecham
Enquanto cadentes riscavam o céu
No bailado dos astros e planetas
Uma sinfonia cósmica triunfava


//canticospelapaz.blogspot.com/
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Vem me dominar... há 12 horas

Adoro me sentir dominado por você! Sentir-me teu objeto amado,desejado e ...
anjoeros Poesias 12


Seduza-me... há 12 horas

Vem tirar minha toalha, vem me ensaboar por completo, me seduza,engula,de...
anjoeros Poesias 11


Minha satisfação é a tua satisfação há 12 horas

QUISERA PODER LER TUA MENTE...SABER O QUE POSSO FAZER PARA TE SATISFAZER E ...
anjoeros Poesias 9


Doce invasão... há 12 horas

ME DEIXA INVADIR TUA CASA, TUA VIDA! ME DEIXA SER PARTE DE TI... ME DEIX...
anjoeros Poesias 9


# Muitas coisas sobre o tesão... há 12 horas

Todo mundo usa exaustivamente essa expressão que já virou lugar comum: te...
anjoeros Artigos 10


A ARVORE MALIGNA há 12 horas

Durante muitos anos venho me deparando com problemas nas famílias cri...
claviojj Crônicas 10