Tua cor

08 de Novembro de 2011 William Adriano Poesias 459

Tua cor
(de William Adriano)

Olho para a imagem projetada na minha mente
Fecho meus olhos pra poder então compreender
E são tantas cores no caleidoscópio do teu olhar
Que fico perdido em saber como então começar

No azul do céu dos teus cabelos
Percebo a imensidão do oceano
E pelos rios pardos do teu olhar
Navego com o pincel pela trama

No amarelo febril da minha timidez
Acidentalmente borro o canto da tela
Com a minha face em tom vermelho
Anonimamente apago minha rubrica

//canticospelapaz.blogspot.com/
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Lembra? há 8 horas

Quando o tempo nós pertencia dia e noite não existiam? Quando ainda...
enidesantos Poesias 9


Principio há 8 horas

Toda a humanidade repelida da perfeição Privada da perspectiva da ...
enidesantos Poesias 8


Viandar há 8 horas

Viver e caminhar eu gosto de tudo que a vida me da Gosto de viver e ...
enidesantos Poesias 7


Fluxo do tempo. há 8 horas

Boca devoradora do tempo que tudo vai apagando varrendo da vida todo o en...
enidesantos Poesias 10


Sou há 8 horas

o que quero e onde quero Meu palco é a vida Dela faço brotar o pr...
enidesantos Poesias 8


Ame...! há 8 horas

Apenas ame Não se infecte de amor Infecte-se de vida Queira vida D...
enidesantos Poesias 6