Eu nunca te disse adeus.
Mas, nossos atos disseram
Para ambos os iludidos.
Meu coração agora despedaça.
Não posso mais te ter,
Não posso mais te olhar,
Não posso mais te tocar,
Nada mais agora é permitido.

Gostaria de cuidar de você,
Gostaria que você cuidasse de mim,
Mas nada mais importa.
Nada mais importa...
Agora você se diverte com os alheios,
Agora eu fico aqui sofrendo,
Me lamentando em lágrimas e versos.
Sou uma página virada em sua vida...

Minha mente está doente, confusa.
Estou confusa.
Estou em dúvida.
Não sei se fiz o certo,
Não sei se tu mereces minhas lágrimas.
Tu saboreias a minha dor como o álcool.
Tu agora foges de mim, não queres mais minha paz,
Nem a minha guerra.

Não sei se fizemos certo o que fizemos.
Não digo que sinto arrependimento
Não consigo pensar.
Quando atrevo a pensar,
Lágrimas escorrem pela minha face.
Noites a fio sonho com ti,
Desejo nunca mais acordar,
Mas a manhã é um punhal em mim.

Difícil é deitar em seus aposentos
E pensar que terá que acordar
Na manhã seguinte.
Na manhã seguinte sem você.
Eu sofro com você, eu sofro sem você.
Pensamento Masoquista!
Mas eu arrisquei tudo por ti.
Você nunca me disse adeus.