Loucura do Silêncio

12 de Novembro de 2011 Gisela Cardoso Poesias 510

Diga "Olá!"
Por favor, diga "Olá!"
Me responda, por favor!
Seu silêncio me leva à loucura.
Seu repúdio me leva ao sofrimento.
Seu ódio me leva às lágrimas.

Me sinto tão só,
Tão fraca, tão impotente.
A vida perdeu o sentido para mim.
Estou encarando o meu túmulo.
Creio que eu esteja enlouquecendo.

Eu perdi a razão,
Na verdade nunca tive razão.
Sou um exemplar irracional,
Um ser inocente cordial.
Sou uma cega perdida nos sentimentos.

Por favor, me responda!
Me Salve! Me leve!
Estou sentindo muito frio.
Me sinto afogada em sangue,
Me sinto muda sem você me ouvir...

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Lembra? há 6 horas

Quando o tempo nós pertencia dia e noite não existiam? Quando ainda...
enidesantos Poesias 9


Principio há 6 horas

Toda a humanidade repelida da perfeição Privada da perspectiva da ...
enidesantos Poesias 8


Viandar há 6 horas

Viver e caminhar eu gosto de tudo que a vida me da Gosto de viver e ...
enidesantos Poesias 7


Fluxo do tempo. há 6 horas

Boca devoradora do tempo que tudo vai apagando varrendo da vida todo o en...
enidesantos Poesias 9


Sou há 6 horas

o que quero e onde quero Meu palco é a vida Dela faço brotar o pr...
enidesantos Poesias 8


Ame...! há 6 horas

Apenas ame Não se infecte de amor Infecte-se de vida Queira vida D...
enidesantos Poesias 6