Um tenor apaixonado
Tentou cantar tua beleza
Ficou sem voz o coitado
E não deu conta da empresa

Outro artista admirado
Ousou pintar-te sem nada
Testou mil tons em cem quadros
Sem achar cor adequada

Eu, que mal escrevo versos
Resolvi o tal problema
Rimarei só o universo
Pois tu não cabes no poema