Sinto a brisa suave dessa noite silenciosa
E nela consigo sentir a falta que você me faz
Mesmo fechando meus olhos tristes
Sua imagem real e bela alento me traz.

Quem dera tivesse palavras para expressar
O que causa em mim a sua ausência
A distância que afasta de mim o seu olhar
Sufoca meu coração sem clemência.

Então caminho silenciosamente pela noite
Sabendo que um dia te encontrarei
E em seus braços poderei descansar
Das noites que sem você passei.

Saber que o tempo que hoje nos separa
Mantém viva uma esperança
Que esse mesmo tempo vai nos unir
Para que não precise mais viver de lembrança.

A certeza que tenho no meu coração
É de que é verdadeiro o sentimento
Sei que amo muito você
Pois, não sai do meu pensamento.

http://odairpoetacacerense.blogspot.com