Não escapo da "gestapo",
da censura,
da gestora,
nem da tesoura,
quando mostro
minha loucura:

Rimas à mão cheia!
Os versos que correm
nas minhas veias,
não escaparam
dos censores oficiais.

Eles fazem questão
de chamarem de loucos
poetas que estão
seguindo caminhos tortos.

A.J. Cardiais
13.02.2011