Pintores de inspiração sensitiva,
Com seus mágicos pincéis
Pintam anjos e madonas,
Brancas e rechonchudas,

Com anjos louros e rosados.
Será que não existe
Um anjo negro delicado?
Ou será que suas palhetas

São incapazes de comportar
A força intensa que carrega
A tinta de cor negra?
Pintem belas paisagens,
Os astros do universo,

Pintem a guerra e a paz,
Mas entre os anjos do céu
Não se esqueçam de pintar
Um belo anjinho negro.

29/07/10.