Denso mar de meus amores
Negro de distancias profundas,
deságuo...
A cada lágrima vertida, me inundas
A cada noite perdida, dolorida,
Um sorriso árduo.

Profundo, mudo... mistério envolvido
traz de volta minha voz, meu beijo,
meu sussurro nulo,
perdido em teu sonido.

Afoga-me em teus segredos
e ao invés
do toque pretendido, amor correspondido,
anseio trazido,
somente areia aos meus pés.