Pauliceia

19 de Fevereiro de 2012 Charlene França Poesias 592

Sempre sonho com você, saudade.
Saltando à vista, tua luz, intensidade.
Lembrança de uma chuva clara, nuvem rara,
De um sorriso apressado, inacabado,
peito que dispara.

Amor à distancia, cheio de som, sussurro
Ritmo sem fim, porto seguro.
Canto no escuro, luminoso, frio
Um olhar perdido, sofrido,
Beijo à margem do rio.

Desvairada, louca, apaixonada,
Tira o sono, Paulicéia poderosa, multifacetada.
Não permita ó Deus que eu morra,
Sem rever a minha amada.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Uma Tal Pedra há 15 horas

No meio do caminho de muitas famílias, agora tem uma pedra... Tem uma...
a_j_cardiais Poesias 22


Mundo da Gataria há 15 horas

Gato criado com mordomia, não conhece o mundo da gataria. Não sobe nos...
a_j_cardiais Infantil 44


A história do amor há 16 horas

A história do amor O amor sempre existiu Em muitas formas Em várias ...
pfantonio Poesias 30


AFRO-AMERICANO - Des-História Universal há 16 horas

AFRO-AMERICANO Terra da Liberdade, a Norte-América Tornou republicana ...
ricardoc Sonetos 8


"Primeiro encontro" há 21 horas

Olha, te recordas da primeira vez que eu te vi? não foi só pra me distr...
joaodasneves Mensagens 7


John Owen - Hebreus 1 - Versos 4 e 5 – P3 há 1 dia

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Mensagens 9