Rio, eu gosto de você

22 de Fevereiro de 2012 Charlene França Poesias 437

Só pra dizer
O quanto eu gosto de você.
Um poeta em cada esquina,
Em cada rua, um por quê.

Um menino sem rumo
Um morro a descer
Um farol apagado, olhos caídos
Nuvem de fumo
Guanabara a ferver.

Somente pra dizer
O quanto gosto de você eu canto
Teu gingado marcado, teu calor dourado
Força que verseja, sacoleja, dói e faz doer.

Quero tanto e canto o teu sorriso,
De alto a baixo, singular, sofrido
Verso branco, grito perdido, voz sem dono

E andando sozinho, mais preciso
Ver nas mãos de Cristo, teu pranto conciso
A segurança do teu sono.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
"Minha humilde casinha" há 1 dia

Tenho na minha casa Quatro cadeiras e um colchão Uma mesa, e roupas pelo...
joaodasneves Poesias 15


Se Poema For Oração há 2 dias

Senhor, este poeta perdido vem Vos fazer um pedido: dai-me Vossa paz. ...
a_j_cardiais Poesias 54


"Bailei com a solidão" há 2 dias

"Bailei com a solidão" A beira do mar espero a Solidão E escuto ja o ...
joaodasneves Acrósticos 13


Perseverar Até o Fim – Parte 1 há 2 dias

Por Charles H. Spurgeon (1834-1892) Traduzido, Adaptado e Editado por Si...
kuryos Artigos 14


Perseverar Até o Fim – Parte 2 há 2 dias

Por Charles H. Spurgeon (1834-1892) Traduzido, Adaptado e Editado por Si...
kuryos Artigos 10


Separação há 2 dias

Pensei que separação fosse fácil... Que fosse só deixar seu amor, e ...
a_j_cardiais Poesias 51