COMTEMPLAR O ROTO E O TORTO

18 de Junho de 2011 SUPERTOR4 Poesias 611

COMTEMPLAR ROTO E TORTO
jTorquato – o Alagoano

Não te vejo mais em meus sonhos, perdi teu rosto.
Acompanhei-te até a curva, descobriste a pedra.
Eu tombei você seguiu, não viu.
Meu caminho tinha as pedras que o poeta falou,
O seu tinha o abismo que ele se esqueceu de falar.
No lugar de teus olhos, sonho estrelas,
No lugar das estrelas, vejo tua íris a bailar brilhos.
Quero que o físico se dane, você é o sutil.
Voce é meu sentimento, por isso sem rosto.
O poeta lembrou da pedra, esqueceu do abismo.
Mas eu me lembrei dos seus passos ouvindo o murmúrio do mar.
E do abismo o “você” transformou em cachoeira.
Roto, torto, miro o mundo sem o pisar.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
MENINO SONHADOR há menos de 1 hora

Sonho pescar com vara de bambu: Pintado, tilápia, mandi e pirarucu, ...
madalao Infantil 3


MEUS VERSOS há menos de 1 hora

Um dia lerás os meus versos, E perguntarás quem os ditou, Se o sen...
madalao Frases 4


DROGA há menos de 1 hora

A vida é luz, a droga o interruptor....
madalao Frases 4


Circunstâncias há 16 horas

Não quero me perder, procurando a perfeição... Ser perfeito em quê? ...
a_j_cardiais Sonetos 38


"A maldade" há 1 dia

De que me serve escrever, inventar, sonhar sem pensar No meu interior me a...
joaodasneves Poesias 8


"Não sei" há 1 dia

Hoje tenho vontade de rir Mas também tenho vontade de chorar Ja nem sei ...
joaodasneves Pensamentos 5