O amor que eu quero ter
Tem que ser que nem veneno
Tem que me corroer por dentro
Tem que me deixar sofrer

O amor que eu quero ter
Tem que vim como facada
Abrir corte em madrugada
Fazer o peito tremer

O amor que eu quero ter
Tem que ser que nem o tempo
Criança dormindo no berço
No outro dia renascer

O amor que eu quero ter
Tem que ser prato do dia
Feijão carne e farinha
E pimenta pro fogo arder

O amor que eu quero ter
Vai me deixar em euforia
Vou escrever uma poesia
Ah, eu vou amar até morrer!