Cacos de Cristais

25 de Março de 2012 Branca Tirollo Poesias 776

Sonhei! Fui ao mais alto pico da minha imaginação
Contornei todos os sentimentos que desabrocharam
E da mais elevada cruz me atirei aos pés do amor.

Plantei e reguei. Adubei com o sal da terra e com o meu suor
Desejei! Esperando a raiz brotar florescer e dar frutos
Regou mais que pode. As lágrimas do meu pranto.

Na esperança em vestir véu branco de noiva sorridente
Vestiram-me com véu preto da viúva triste e pálida
Entristecendo mi’ alma. Acanhando o ritmo de um cântico.

Tentei voltar, reencontrar meu caminho ensolarado
E o dia se fez noite, de eterna solidão e amargura
A esconder-me a luz do meu próprio coração

Dias incertos sobre a negridão fria e sem afeto
Se fez meus lábios gelados, orvalhados de tortura
Quebrou-se o cristal! Fez-se poesia em minha mão.

Da obra: A Magia da Solidão ( Branca Tirollo)

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
"Estou triste" há 4 horas

A noite se instala em mim. Lá fora, apenas o silêncio da noite e o teu o...
joaodasneves Poesias 7


"Estou cá a matutar" há 4 horas

Esses dias ando meio triste muito confuso, ando a querer isolar-me, f...
joaodasneves Pensamentos 4


A Humildade nos Cai Bem há 9 horas

Se o domínio total é do Senhor, porque o poder pertence a ele, isto dever...
kuryos Artigos 8


Fuga da Inspiração há 10 horas

Preciso terminar um poema que comecei numa empolgação danada... Dep...
a_j_cardiais Poesias 39


Um Dilema há 11 horas

Estou aqui reclamando da minha "vidinha", enquanto tem alguém por aí que...
a_j_cardiais Poesias 38


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 6 há 14 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 16