Desgraça Incoerente

26 de Março de 2012 Jota Ge Poesias 609

Oh desgraça incoerente!
Que borbulha no meu sangue
Oh destino mais triste e errante!
Que se fixou em meu ser
e criou essa dor incessante

Oh desgraça de vida!
Que dentre tantos escolheste a mim
subjugando-me na grande subida
empurrando-me no abismo da dor

Mas enquanto essa desgraça incoerente
permanecer cravada em mim
não terei saída, disto estou ciente
Apenas quero um recesso desta dor
causada por essa desgraça que parece não ter fim.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Lembra? há 3 dias

Quando o tempo nós pertencia dia e noite não existiam? Quando ainda...
enidesantos Poesias 21


Principio há 3 dias

Toda a humanidade repelida da perfeição Privada da perspectiva da ...
enidesantos Poesias 15


Viandar há 3 dias

Viver e caminhar eu gosto de tudo que a vida me da Gosto de viver e ...
enidesantos Poesias 13


Fluxo do tempo. há 3 dias

Boca devoradora do tempo que tudo vai apagando varrendo da vida todo o en...
enidesantos Poesias 16


Sou há 3 dias

o que quero e onde quero Meu palco é a vida Dela faço brotar o pr...
enidesantos Poesias 16


Ame...! há 3 dias

Apenas ame Não se infecte de amor Infecte-se de vida Queira vida D...
enidesantos Poesias 13