Oh desgraça incoerente!
Que borbulha no meu sangue
Oh destino mais triste e errante!
Que se fixou em meu ser
e criou essa dor incessante

Oh desgraça de vida!
Que dentre tantos escolheste a mim
subjugando-me na grande subida
empurrando-me no abismo da dor

Mas enquanto essa desgraça incoerente
permanecer cravada em mim
não terei saída, disto estou ciente
Apenas quero um recesso desta dor
causada por essa desgraça que parece não ter fim.