Gosto da poesia
quando vem do nada.
Não é aquela coisa buscada,
programada, estudada...

Gosto da poesia,
como uma flor qualquer,
uma flor do mato,
uma mal me quer...

Gosto da poesia
quando ELA me procura...
Pra você, poder ser loucura,
mas para mim, não é.

A.J. Cardiais
13.11.2011