Despedida

21 de Junho de 2011 Thuran Poesias 27

Eu sei que dessa vez
Vou me arrepender de muita coisa
Mas não consigo mais
Minhas mãos estão cansadas
Minhas pernas já não conseguem andar nesse caminho
E meu coração calejado de espinhos
Não consegue mais bater nesse mesmo ritmo

Vou me maltratar
Mou ferir minha própria alma
Buscar e encontrar
Um caminho diferente desse
Em que te vejo presente
Mas te sinto ausente

Caminhando na direção oposta
Vou te encontrar ausente de mim
Vou te perder em mim
De mim, e encontrar o caminho oposto dessa dor
Onde eu sei que outras dores vou encontrar
Outras vozes eu vou ouvir
Mas todas somadas
Não vão conseguir calar
O sentimento que só em ti
Eu pude encontrar


Leia também
CICATRIZES há 3 horas

CICATRIZES Não se vive essa vida impunemente... Todo mundo, mais dia m...
ricardoc Sonetos 4


" Amar é" há 14 horas

Amar e como voar, no mais azul dos céus. É sentir a sensaçao de estar n...
joaodasneves Poesias 9


PAU DE FITAS há 18 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 8


Falta de Amor ao Próximo há 23 horas

A razão de viver é amar... Mas a maioria das pessoas vive o amor ao din...
a_j_cardiais Poesias 42


Amor a Deus x Amor ao Mundo há 1 dia

Nos dias do autor não havia automóveis como os luxuosos que existem em no...
kuryos Artigos 8


A Origem e a Razão de Ser de Tudo há 1 dia

Deus não criou todas as coisas para depois intentar formar uma Igreja. Ao...
kuryos Artigos 16