Senhor!
- Livrai-nos de um amor
inexpressivo pela vida e de um temor
sem nome pela morte.

- Livrai-nos
do demônio do tédio,
da tentação do atordoamento,
dos infernos da rotina,
do fogo fátuo do orgulho
ou da tepidez de falsas humildades.

- Livrai-nos
dos avaros de paixão,
do enxofre da subserviência,
do purgatório da indiferença,
do exílio da ingratidão,
da asfixia de rótulos e de amarras,
da gangrena de toda a covardia,
ou do deserto do desamor.

- Livrai-nos
da tentação de sermos
superiores ou inferiores a alguém,
do pântano das frustrações,
das máscaras dos vícios,
da fantasia das virtudes,
das fugas, da depressão,
da miragem dos caminhos,
da ferrugem do ódio,
da atrofia da força,
do viver sem vocação.

- Livrai-nos dessas tentações
ou livrai-nos de nós mesmos.
Agora e para todo o sempre

Amém!