Pare

03 de Maio de 2012 William Adriano Poesias 452

Pare
(de William Adriano)

Pare, se você ainda não encontrou a resposta
Pare, e reflita com calma cada sinal na trilha
Se existem muitas ramificações e bifurcações
Não tenha medo de voltar atrás se for preciso

Não somos escravos da nossa própria ignorância
Não nascemos para alimentar falsas esperanças
Se existem muitas alternativas e possibilidades
Não se iluda com as finitas derrotas passageiras

A estrada da plena realização não tem fim
Não é possível estipular uma metodologia
E nem nos sentarmos na beira do caminho
Para prosearmos sobre nossas infelicidades

Mas se você decidir parar por um instante
Feche seus olhos e veja o sentido da trilha
Para qual caminho você realmente quer ir
E o quanto você se entregará em cada passo

//canticospelapaz.blogspot.com.br/
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
"Minha humilde casinha" há 1 dia

Tenho na minha casa Quatro cadeiras e um colchão Uma mesa, e roupas pelo...
joaodasneves Poesias 15


Se Poema For Oração há 2 dias

Senhor, este poeta perdido vem Vos fazer um pedido: dai-me Vossa paz. ...
a_j_cardiais Poesias 54


"Bailei com a solidão" há 2 dias

"Bailei com a solidão" A beira do mar espero a Solidão E escuto ja o ...
joaodasneves Acrósticos 13


Perseverar Até o Fim – Parte 1 há 2 dias

Por Charles H. Spurgeon (1834-1892) Traduzido, Adaptado e Editado por Si...
kuryos Artigos 14


Perseverar Até o Fim – Parte 2 há 2 dias

Por Charles H. Spurgeon (1834-1892) Traduzido, Adaptado e Editado por Si...
kuryos Artigos 10


Separação há 2 dias

Pensei que separação fosse fácil... Que fosse só deixar seu amor, e ...
a_j_cardiais Poesias 51