Parecendo Insano

05 de Agosto de 2017 Benê Lima Poesias 110

Na guarda da retaguarda e da vanguarda,
Coexistem a realidade e o sonho,
Pacificados pela esperança de um porvir,
Repleto de ideais concretizados.

Nesse turbilhão de desejos incontidos,
Revolve-se uma vida tão contida,
Fazendo-se ora afoita ora reprimida,
Moldando-se às contingências das alternâncias,
Intrinsecamente tão comuns à nossa vida.

E seguimos, entre revoltos mares e remansos,
Entre díspares, opostos, dissensos e consensos,
Algumas vezes nos quedando outras nos curvando,
Buscando, sempre, forças renovadas
Para lutas renhidas, da vida pela vida.

Na infelicidade não há coerência:
Somos feitos para sermos felizes!
Valor não há em valores violadores da vida.
Vida em seu mais amplo e cósmico sentido,
Que redime culpas, que exorciza medos,
Que nos faz inteiro nada de arremedos,
Que nos faz pulsar, sentir, existir,
Não importa se com ou sem segredos.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
A rua me aceita como sou há 2 horas

A rua me aceita como sou (Livro Poesias Reflexivas- Antonio Ferreira) N...
pfantonio Poesias 30


Não seja superficial há 3 horas

Não seja superficial (Antonio Ferreira-Livro Poesias Reflexivas) Olhe ...
pfantonio Poesias 36


"Dia do amor" há 6 horas

Amanhã é o dia reservado ao Amor, E a fragrância das flores confunde-s...
joaodasneves Poesias 12


"Estou triste" há 13 horas

A noite se instala em mim. Lá fora, apenas o silêncio da noite e o teu o...
joaodasneves Poesias 13


"Estou cá a matutar" há 14 horas

Esses dias ando meio triste muito confuso, ando a querer isolar-me, f...
joaodasneves Pensamentos 9


A Humildade nos Cai Bem há 19 horas

Se o domínio total é do Senhor, porque o poder pertence a ele, isto dever...
kuryos Artigos 9