Arremedo de Poeta

05 de Agosto de 2017 Benê Lima Poesias 30

Minha poesia é arremedo,
lugar comum, banalização, e outros que tais.

Caricata como é,
o que menos a desagrava
é não se deixar esquadrinhar pelo racionalismo
- verdadeira antítese poética.

Sem tom, sem versos,
e entregue ao desalinho de versos e reversos desconexos,
segue, a transmutar-me, do patético ao poético,
do maléfico ao benfazejo,
da indiferença ao mais ardente desejo.

Prosa: visão de vida!
Poesia: cosmovisão!
Uma e outra: visão excludente;
combinadas: transcendente visão.

Queria que minha poesia,
tivesse a visão libertária dos poetas íntegros,
para que eu pudesse deles alçar o mesmo vôo,
e partir em debandada pelos ares do mundo.

Ao aterrissar; a prosa!
Ao decolar: a poesia!
Dualismo indispensável,
completude, macrovisão.

Minha prosa é arremedo,
minha poesia também;
mas o meu amor infinito em poesia,
e minha poesia infinita em seu amor.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Não vá embora há 2 dias

Diga- me suas doces palavras Leve-me para casa Onde eu já deveria esta...
maialissa Pensamentos 18


Sono da Minha Alma no Mundo há 2 dias

Doce alma em harmonia Nesse mundo turbulento Sem choro menos uivant...
claviojj Poesias 64


A TRANSFIGURAÇÃO SATÂNICA há 2 dias

E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em a...
claviojj Artigos 82


O QUE É O ESPIRITO DE PROFECIA? há 2 dias

O QUE É O ESPIRITO DE PROFECIA? ...
claviojj Mensagens 76


CRISTO, O MEDIADOR há 2 dias

Um mediador, segundo O. S. Boyer, em sua pequena enciclopédia bíblica, é...
claviojj Artigos 80


ERROR há 2 dias

---------------------------------------------------------------------------...
juniorcampos Poesias 9