O Vermelho Inocente

25 de Setembro de 2017 Pr CJJacinto Poesias 164




Em mar de sangue e dor sofreu
Puro e imaculado, tão santo
Na cruz padeceu
Tão bendito e inocente
Manso e corajoso
Banhado nesse vermelho inocente
Todos meus lamentos libertos lá
Nesse madeiro de vergonha e a transfusão
O preço precioso do perdão

Ai de mim se for tão ingrato
Ainda mais vil serei,
Se não me arrepender de mim mesmo
No desdém de meus infames atos
Não converter-me, ao teu santo amor
E não calar-me de vergonha
Ao ver todas as feridas do meu Salvador

Clavio Jacinto


Leia também
CORNÓPOLIS. há 2 horas

Em Cornópolis tudo é malandragem. Tudo termina em pizza, quando o sujei...
reribarretto Humor 26


um amor incondicional épico! há 18 horas

Quão linda estas hoje amada minha! Não, não fale nada, aprecie o mome...
diannahgomes Mensagens 12


Tentando há 18 horas

Estou mantendo-me de pé por questão de escolha, pois por tudo que sucede ...
diannahgomes Pensamentos 12


pensamentos há 18 horas

Eu não preciso nem fechar os meus olhos que eu te vejo, Que eu te sinto, ...
diannahgomes Poesias 10


SOU PRA VOCÊ... há 2 dias

SOU PRA VOCÊ... Sou pra você mais do que mereço Você sempre atent...
seldaantunes Poesias 56


Rouba-me! há 2 dias

Rouba-me! Surge assim do nada e rouba-me! Rouba-me meu amor e ainda...
seldaantunes Poesias 42