Vazio...

14 de Outubro de 2017 selda Kalil Poesias 81


Vazio...

Sua sombra não mais me contesta
Arrastou-se ao nada consta
Não há mais passo em falso
Nem gravidade neste compasso

Em cima do muro, não há mais mandato.
A festa acabou e o céu já clareou
Terra firme, avante oxalá.

Aleluia imunizei-me!
Praga pestilenta, o fogo queimou.
Fumaça da peste, o mar arrastou.
No quinto dos infernos se afundou

Tudo que te faz mal, certamente morre.
Tempo, senhor dos destinos.
Memória se tem, até o último suspiro.

Tempo do meu tempo
Há tempo para se adicionar, se subtrair.
Quando tudo está a ponto de explodir

Aliviada... Mãos se acenam!
Sobrou-me um vazio, nada mais.

Selda Kalil


Leia também
DE RENOME há 10 horas

DE RENOME De certo, alguém que não eu, N'um lugar que não aqui, Viv...
ricardoc Sonetos 6


EM LARGA MEDIDA há 20 horas

EM LARGA MEDIDA Duvido porque penso, não por cético. Há-que se quest...
ricardoc Sonetos 10


ALJÔFAR há 2 dias

ALJÔFAR Cintila sobre a face embevecida Essa lágrima só de maravilha...
ricardoc Sonetos 8


UM GULOSO CEGO NO CABARÉ há 2 dias

O homem chega no cabaré e a dona do brega oferece: -Tenho uma mulata e um...
reribarretto Humor 41


EM GRUPO há 2 dias

EM GRUPO Ser mais um entre muitos ou não ser? Eu, para bem ou mal, me ...
ricardoc Sonetos 17


CICATRIZES há 3 dias

As lágrimas não mais caiam, Pois já era um outro dia, Mas, ainda exist...
juniorcampos Indrisos 20