OUTRA VEZ!

14 de Outubro de 2017 selda Kalil Poesias 75

OUTRA VEZ!


Senti seu olhar quando se adentrou no meu quarto
Era você que de mansinho se aproximava
Com um leve sorriso, me acenava.
===================================
Senti arrepios, quando tentei tocar-te em vão.
Desesperada abracei-me sentindo sua presença.
====================================
Trêmula envolta aos meus devaneios
Fitei-o desesperadamente!
Suas mãos frias me acalentavam
Seu toque, seu cheiro me incomodava.
===============================
Beijei seus lábios deveras gelados
Que aos poucos foram se distanciando
E acenando-me num adeus.
=================================
Era você amor que um dia foi meu!
Deus o levou para um finito sem terras
Restando-me a dor que perdura em minhas veias.
======================================
Força espiritual que se adentrou em mim
Em tentativa de resgate...
Por alguns minutos apenas!
=========================
Deixou meu coração chorando...
Outra vez!

Selda Kalil


Leia também
DE RENOME há 10 horas

DE RENOME De certo, alguém que não eu, N'um lugar que não aqui, Viv...
ricardoc Sonetos 6


EM LARGA MEDIDA há 20 horas

EM LARGA MEDIDA Duvido porque penso, não por cético. Há-que se quest...
ricardoc Sonetos 10


ALJÔFAR há 2 dias

ALJÔFAR Cintila sobre a face embevecida Essa lágrima só de maravilha...
ricardoc Sonetos 8


UM GULOSO CEGO NO CABARÉ há 2 dias

O homem chega no cabaré e a dona do brega oferece: -Tenho uma mulata e um...
reribarretto Humor 41


EM GRUPO há 2 dias

EM GRUPO Ser mais um entre muitos ou não ser? Eu, para bem ou mal, me ...
ricardoc Sonetos 17


CICATRIZES há 3 dias

As lágrimas não mais caiam, Pois já era um outro dia, Mas, ainda exist...
juniorcampos Indrisos 20