Mãe

12 de Maio de 2012 André Pinto Poesias 503

Quando te tive ao meu lado
Aproveitei bastante!
E aprendi muito também.
Aprendi como se divide o amor,
Como se multiplica alegria e
Como se soma felicidade!

Vi como enfrentavas problemas
Que insistiam em nos incomodar.
Vi a alegria com que vivias e isso
Era contagiante! Vez por outra fica triste,
Mas ao ver o teu sorriso já nem lembrava
O motivo de minha tristeza.

A vida nos prega surpresas.
Num belo dia, não te vi mais...
Procurei pelo quarto, pela casa...
Tomei um susto porque não te achei!
E isso aconteceu dia após dia!
Dai entendi que não te veria mais!

Que não veria mais o teu sorriso,
Que não sentiria mais o teu carinho.
Que não teria mais tuas mãos para me
Acarinhar, me conduzir...
Que não ouviria mais tua voz dizendo:
- Filho, eu te amo!

Dai entendi que te perdi!
Dai entendi que te perdi...
O vazio tomou conta de tudo.
Pois, eras tu que a tudo comandava.
Eras tu que sabias o que fazer e como fazer.
O vazio ficou ainda maior e desesperador.

Ao longo de todos esses anos pude pôr
Em prática o que tu me ensinaste.
A vida não ficou como era quando estavas aqui,
Mas como dizem, seguiu seu curso.
E de tudo te digo obrigado por ser um exemplo,
Por me dar amor, carinho e educação!

Aliás, não só a mim como aos meus irmãos.
Agradeço aos deuses por terem me dado essa
Imensa alegria de poder ter sido teu filho nesta vida!
Vives tão intensamente em meu peito
Que às vezes acho que vou te encontrar em casa!
Isso nada mais é do que o amor.

Amor que me ensinastes a ter e cultivar!
Saudade sempre existe e existirá.
Quando a lágrima triste teima em rolar,
Penso em teu sorriso a me iluminar e logo
A alegria vem para tomar o seu lugar,
Pois guardei teu sorriso no coração!

E jamais dele esquecerei!
Obrigado minha mãe por tudo...
Até pelas palmadas... E principalmente
Por teres sido minha mãe!
Um beijo deste teu filho que muito te ama
E que jamais te esquecerá!

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Obedecendo o Vento há 7 horas

As folhas caem, e eu quero falar sobre isso, sem me preocupar com o feiti...
a_j_cardiais Poesias 26


"Verão na Europa" há 9 horas

Hoje começou o verão Mas todos os dias, são dias de verão O verão na...
joaodasneves Poesias 5


"Maria Emília" há 11 horas

Meu amor Antes de tu nasceres Raramente eu pensava em ti Iria com o pass...
joaodasneves Acrósticos 7


"Sou" há 12 horas

Sou o livro sem palavras Sou a historia por contar Sou o céu sem estre...
joaodasneves Acrósticos 7


"Livro sem letras" há 14 horas

Meus livros já estão sem letras Meu papel sem cor Com a caneta vazia Q...
joaodasneves Poesias 8


Amor há 16 horas

Quando Jesus diz que aquele que o ama é quem guarda os seus mandamentos, o...
kuryos Acrósticos 8