Eu quero uma poesia
engajada.
Eu quero uma poesia
que, na sua fantasia de poesia,
procure apontar
para um novo dia.

Eu quero uma poesia
que além de rimar,
procure esclarecer,
procure ajudar.

Eu quero uma poesia
do ato de viver,
do modo de ser
e de olhar a vida.

Eu quero uma poesia assumida:
Enquanto ser poesia,
seguir o formato.
Enquanto ser mensagem,
transmitir o fato.

A. J. Cardiais