Nos seus olhos
Nos seus olhos se perdem no mar,
e na boca, o anseio é de beijar ,
alimentar e adormecer no seu eterno prazer
Cavalgando em seus sonhos , ressonando ,
Entre meu sol particular
Entrego para ti meus poemas
Que são flores que tem fogo na alma
Desposando em carne em uma lua enluarada
Deixando meu espirito livre ,
Entro na certeza é a arte
por estar em mutação,
Que reflete a beleza em espelhos emanando um vulcão
Enquanto a metafísica carrega tu alma
Demente ao céu colorido soltando turbilhão de emoção e encantamento
Te veste com vestes-da-sagrada presentes na natureza.
Tornando minhas manhãs nas mais poéticas em seus crepúsculos mais filosóficos.
Não guarde as taças.
Venha brindar comigo
Nossa almas vestidas de carne entregam-se então aos anseios do agora,
No saborear de hálitos, no encontro de salivas, no mergulhar em corpos.
Fecho os olhos e te sinto chegar devagarinho...
E, com um beijo apaixonado, vou me prendendo aos teus carinhos.
Marcia Eli
@Direitos Reservados
T6267148