Relíquias de um Amor

29 de Maio de 2012 André Pinto Poesias 499

Até ontem eu não quis acreditar que o que tínhamos
Vivido se acabou...
Até ontem, eu ainda sonhava em te ter de novo.
Até ontem eu acreditei nisso...

Mas a verdade me veio justo naquilo que nos renova
E nos faz ter esperança em nossas vidas.
A verdade me veio em um sonho...
Num belo e sarcástico sonho...

No início tudo parecia "normal".
Estava de volta em tua casa onde sempre fomos felizes,
Creio eu. Até que surges acompanhada sem me notar.
Lá, já não sou um convidado teu e nem sou do teu agrado.

Ao ver-te assim desabei... minha armadura se despedaçou,
Meu escudo partiu e minha lança quebrou....
Me vi só em uma batalha perdida onde rogo
Pela sentença do vencedor...

Senti o aço frio da espada do meu algoz perfurando meu peito
Até encontrar meu coração, este jaz, sem vida....
E acordei assim, com lágrimas nos olhos, com o peito
Doendo pelo vazio que deixastes nele...

"O sonho acabou" e levou com ele meu coração,
Minha alegria... A alegria pura que sentia.
Levou meu riso frouxo; a plena felicidade que me davas
Quando ainda estavas ao meu lado...

Hoje, em verdade vos digo, sou um arremedo do que fui,
Sou o que sobrou de um sonho... por trás da alegria que
Aparento ter, se esconde a pior das dores que já tive...
A dor que despedaça a alma, a dor da tua ausência!

Essa dor é insuportável!
Dentre todas as feridas que tive, essa é sem dúvida a pior!
Pois essa cicatriz sempre estará em minha alma
E servirá para sempre lembrar o quão fui feliz.

"O sonho acabou", mas ainda guardei alguns risos;
Os choros de alegria que tive contigo; as conversas;
As conversas; até nossos sonhos... guardo tudo isso
Em um relicário com a seguinte inscrição: RELÍQUIAS DE UM AMOR!

Isso me servirá para quando minha dor estiver
Para exaurir com minhas foças e eu, ao rever tudo isso,
Possa renovar-me diante dela e para vencer mais um dia
De minha vida sem você!

A lágrima que pelo meu rosto agora rola,
É minha triste e solitária testemunha!
"The dreams over yesterday".... É verdade John.
Mas você tinha a Yoko!

Eu tenho só as lembranças de um amor
Que sempre me trarão um pouco de alegria.
Cá entre nós, John, "O sonho acabou"
Para mim....

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Obedecendo o Vento há 9 horas

As folhas caem, e eu quero falar sobre isso, sem me preocupar com o feiti...
a_j_cardiais Poesias 26


"Verão na Europa" há 11 horas

Hoje começou o verão Mas todos os dias, são dias de verão O verão na...
joaodasneves Poesias 5


"Maria Emília" há 13 horas

Meu amor Antes de tu nasceres Raramente eu pensava em ti Iria com o pass...
joaodasneves Acrósticos 7


"Sou" há 14 horas

Sou o livro sem palavras Sou a historia por contar Sou o céu sem estre...
joaodasneves Acrósticos 7


"Livro sem letras" há 16 horas

Meus livros já estão sem letras Meu papel sem cor Com a caneta vazia Q...
joaodasneves Poesias 8


Amor há 18 horas

Quando Jesus diz que aquele que o ama é quem guarda os seus mandamentos, o...
kuryos Acrósticos 8