Eu quero escrever poesias com uma caneta especial...
Como papel vou usar, a tua pele sensual!
Nessa pele morena e dourada do sol,
escreverei com letras curvilíneas,
tais as curvas do teu corpo,
as mais lindas palavras do meu desejo e emoção.
Mostrarei que meu coração
está entregue e sem portão,
a toda adoração.
Estou para ti,
quais os ponteiros de um relógio,
que solícitos e com devoção,
marcam o tempo tão sorrateiro e cruel
que não nos permite que ele pare,
nem por capricho ou amparo,
para perpetuar para todo o sempre,
o nosso ato de amar!

(Anjo Eros)