Você se ajoelhou
e minhas roupas também tirou…
Para me deixar ainda mais extasiado,
beijou-me a barriga com furor
e sua língua gulosa ,
inteiro,me devorou.
a tua língua sem pudor,
num movimento de vai e vem,
me enlouqueceu de uma vez!
Tentei te levantar,mas ajoelhada
você queria ficar!
E assim,foi me desnudando,
me percorrendo,
sem nenhuma falsa vergonha.
Eu só sabia te responder em troca,
com gemidos alucinados,
cheios de prazer me inundando,
que me segurei numa cadeira
para continuar firme te amando.
Ah,que doce beijo prazeroso,
no mais íntimo do meu ser…
Ficou assim por tanto tempo
que eu das horas perdi a noção…
Eram beijos,lambidas e todo tipo de agrado
que só você poderia imaginar,
me deixando todo prostrado.
E num gesto de desespero,para de me agradar
e diz com toda vontade:
-Agora,vem me amar…

(Anjo Eros)