A vida me mostra um relógio...
Luto contra o tempo.
O tempo é longo mas, com espaços
curtos e rápidos.
E eu já perdi muitos espaços...

Agora tenho a pressa
do ponteiro de segundos.
Perdi a calma
do ponteiro das horas.

E agora?
Os ponteiros
não giram ao contrário!

Perdi meu tempo
em segundos,
confiando
na calmaria das horas.

A J. Cardiais
25.04.1989