Doce Anjo (Tradução)

22 de Junho de 2012 André Pinto Poesias 452

O tempo sempre foi sábio para comigo.
Sempre me esforço para aprender seus ensinamentos
O tempo, sábio como ele é, me apresentou você
Que brilha com a mesma intensidade das estrelas

E que reflete a alegria por estes olhos que tudo veem
Com a alegria de uma criança.
A criança de antes cresceu e se mostrou com a beleza
Que hoje encanta a todos que lhe conhecem.

Agradeço aos deuses por me darem está oportunidade
De também lhe conhecer e de privar de sua amizade.
O que mais esperar da vida?
Espero dela que te cubra de alegria e saúde.

Que sempre possas ver tudo de maravilhoso
Que tens pela frente ao vencer cada batalha
E que suas vitórias sejam constantes, pois
Se às vezes te sentires derrotada, saiba que não, você não é.

Essa sensação é falsa. A vitória acontecerá no dia seguinte,
Pois não passará de uma rápida parada na luta para que
Suas forças sejam recarregadas e, ai sim triunfe!
Teu sorriso sempre iluminará teus caminhos

E sempre serão a prova de tuas vitórias e serve de incentivo
Para nós, meros mortais, te admirarem, sempre, mais e mais.
A alegria te teu sorriso são o porto seguro daqueles que
Como eu, vagam por este mundo na certeza de que

A alegria e o amor existem, pois essa certeza é ainda maior
Quando te vemos sorrir! Por isso, sempre desejo que brilhes,
Minha estrela guia! Brilhe para termos sempre a certeza
De que o amor existe!

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Minha essência é a eternidade. há 2 horas

Manhã cinza dia tão estranho e ruim, Paira no ar uma sensação de fraca...
elisergio Sonetos 5


LAMPEJOS há 2 horas

LAMPEJOS Eu pouco a pouco volto à realidade. Ao acordar, lamento antes...
ricardoc Sonetos 5


Deixe Esse Amor Crescer há 17 horas

Deixe esse amor crescer... Ele está brotando em um coração árido. De...
a_j_cardiais Sonetos 33


Ás palavras não são mais meu legado. há 18 horas

Fiz-me silenciar por que te perdi! Tu me revogara a licença concedida, D...
elisergio Sonetos 7


Não há o que comemorar. há 18 horas

Não há de fato o que comemorar! A virgem do sertão não é independente...
elisergio Sonetos 6


A vida depois daqui! há 18 horas

Ver que a morte não é o fim, é o início! Disse-me com amor chamando de...
elisergio Sonetos 7