A poesia chegou,
bailou no ar,
e se foi sem esperar
que eu a desenhasse...

Ah se ela ficasse...
Eu a desenharia
como uma bela poesia.

Que não fosse
para os outros,
Pouco me importaria.

O importante seria
desenhá-la para mim.
Só assim eu teria
esse momento registrado.

A.J. Cardiais
15.06.2011