Amiga Morte

08 de Junho de 2018 A.J. Cardiais Poesias 226

Não sei como é que a morte
irá me levar...
Se eu tiver sorte,
ela me levará dormindo.
Então morrerei sorrindo...
Sonhando que estou partindo,
quando na verdade já parti.

Se eu tiver sorte também,
ela me levará quando eu estiver
escutando música.
Aí morrerei sentado.
Quando todos pensarem
que estou dormindo,
já passei para o outro lado...

Amiga Morte,
quero morrer forte!
Não quero morrer definhando
ou então lutando
para continuar aqui.

Eu quero, de uma vez, partir.
Depois eu volto
pra dizer que eu morri.

A.J. Cardiais
01.01.2010

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Bendito Amor Eterno há 18 horas

Quando pensamos que Jesus disse que todo aquele que lhe foi dado pelo Pai, ...
kuryos Artigos 10


"Vendo" há 21 horas

Hoje vendo um corpo sem alma, e um extrovertido coração partido, uma ...
joaodasneves Acrósticos 7


"Te amo vinho tinto" há 23 horas

Tu meu querido vinho tinto, és e serás a minha inspiração, Ter o cop...
joaodasneves Poesias 9


Gradeados há 23 horas

O céu está logo ali, depois dessa janela enjaulada... Meu amor é qua...
a_j_cardiais Poesias 50


Vida Artística há 23 horas

Não quero viver ao Deus dará... Sei que aqui, em se plantando tudo dá....
a_j_cardiais Poesias 41


"Eu sou boémio" há 23 horas

Eu em criança já era rebelde e um pouco vadio. Usufruía da noite, mesm...
joaodasneves Acrósticos 5