NAS FÍMBRIAS DO TEU OLHAR

09 de Junho de 2018 beneditocglima Poesias 22

Nas fímbrias do teu olhar
Fiquei perdido
E assim sem rumo
Sem lenço ou prumo
Nas vagas do plenilúnio
Meu pensamento adeja no vórtice do inesperado
E a penumbra da solidão
Dardeja a saudade que feito
Um chicote lacera o meu peito.
E estirado quase inerte
Não ouso sustentar a energia
Que sai do teu olhar.
Benedito C G Lima


Leia também
"Verão na Europa" há 2 horas

Hoje começou o verão Mas todos os dias, são dias de verão O verão na...
joaodasneves Poesias 4


"Maria Emília" há 3 horas

Meu amor Antes de tu nasceres Raramente eu pensava em ti Iria com o pass...
joaodasneves Acrósticos 5


"Sou" há 4 horas

Sou o livro sem palavras Sou a historia por contar Sou o céu sem estre...
joaodasneves Acrósticos 5


"Livro sem letras" há 6 horas

Meus livros já estão sem letras Meu papel sem cor Com a caneta vazia Q...
joaodasneves Poesias 6


Amor há 8 horas

Quando Jesus diz que aquele que o ama é quem guarda os seus mandamentos, o...
kuryos Acrósticos 7


ESTÁ TÃO ESCURO (poesia infantil) há 10 horas

Está tão escuro Por causa do muro O chão é duro Não bata o nari...
madalao Infantil 7