Tenho na minha casa
Quatro cadeiras e um colchão
Uma mesa, e roupas pelo chão
Nas paredes quadros, um cachecol
Tenho três janelas, onde entra o sol
Pela sala para dar cor
Tenho duas plantas e uma flor
Entre três paredes a humilde cama onde durmo
Paredes ainda marcadas pelo fumo
Casa simples, mas pura
Melhor aqui, que viver na rua
Tem uma porta, não tenho postigos.
Por ela já entraram muitos amigos
Serão poucos mas são já antigos
Tenho tudo não me falta nada
Nesta vida bonita, já passada
Hoje não tenho namorada
Um dia entreguei meu coração
Amei tanto, tão intensamente
Sofri a maior desilusão de sempre
Ainda hoje esta metida na minha mente
Para esquecer esse amor, todos os dias eu tento...

João Neves, 17.06.2018 Luzern