Obedecendo o Vento

21 de Junho de 2018 A.J. Cardiais Poesias 229

As folhas caem,
e eu quero falar sobre isso,
sem me preocupar com o feitiço
que a fama joga em nós.

Quero só dissertar sobre este momento,
e rimar com este vento
que joga folhas em mim,
como se dissesse assim:

Acorda poeta!
Vai, escreve sobre isso!
E eu, obediente como sempre,
escrevo...

Sei que este poema não servirá
para nenhum estudo minucioso...
Mas servirá para algum curioso,
que queira escutar o vento.

A.J. Cardiais

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
"Adoraria" há 3 horas

Eu adoraria mesmo era saber! Se realmente não sentes mesmo nada? Se não...
joaodasneves Poesias 7


"Teolenny" há 14 horas

Tu um dia foste meu amor. Eu te amei como nunca tinha amado. Onde juntos ...
joaodasneves Acrósticos 6


"Como chamar-te amiga" há 15 horas

Tudo foi tão bonito, era tudo carinho e paixão. E hoje estas tão longe ...
joaodasneves Poesias 7


Sodoma e Gomorra Estão Aqui há 15 horas

Nos dias de Sodoma e Gomorra ainda havia muitos lugares na Terra para os qu...
kuryos Artigos 8


Traços Mudados há 20 horas

O tempo passou, e eu nem percebi... Meus Deus, o que mudou? Envelheci. ...
a_j_cardiais Poesias 43


Queimando os Últimos Cartuchos há 20 horas

Sinto que estou queimando os últimos cartuchos... Estou chegando ao fim....
a_j_cardiais Poesias 32