A Linha da Vida

22 de Junho de 2018 A.J. Cardiais Poesias 250

O futuro é daqui a pouco,
mas talvez não possamos vê-lo.
A vida é como um carretel de linha
ou um novelo:
quanto mais nós desenrolamos à toa,
tende a embaraçar...

Quem sabe costurar,
não espalha a linha:
vai usando-a devagar...

Quem só faz brincar,
e espalhá-la pelo chão,
depois tem que desembaraçar.
Aí veremos com quantos nós
essa linha vai ficar.

A.J. Cardiais

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
PLEONÁSTICO n°2 há 4 horas

PLEONÁSTICO n°2 Encarasse de frente, não soslaio... Talvez, olhos no...
ricardoc Sonetos 4


ANTIFACISTA há 6 horas

ANTIFACISTA De irrestível apelo aquela união De fortes se fazendo 'in...
ricardoc Sonetos 4


A rua me aceita como sou há 8 horas

A rua me aceita como sou (Livro Poesias Reflexivas- Antonio Ferreira) N...
pfantonio Poesias 45


Não seja superficial há 9 horas

Não seja superficial (Antonio Ferreira-Livro Poesias Reflexivas) Olhe ...
pfantonio Poesias 59


"Dia do amor" há 12 horas

Amanhã é o dia reservado ao Amor, E a fragrância das flores confunde-s...
joaodasneves Poesias 12


"Estou triste" há 19 horas

A noite se instala em mim. Lá fora, apenas o silêncio da noite e o teu o...
joaodasneves Poesias 14