Tu meu querido vinho tinto,
és e serás a minha inspiração,
Ter o copo vazio nunca será a solução,
Pra escrever versos saídos deste pobre coração,
Eu não sou nem poeta nem escritor,
Mas na tela serei o teu pintor,
Pintarei até a tua dor,
Com um lindo poema de amor...