Depois de você,
voltei a saborear a vida
com mais prazer.
Recarreguei minhas energias
e luto pelos meus sonhos
com mais saber.

Depois de você,
passei a sentir medo
do que eu não sentia...
Mas também me pergunto:
será que eu vivia,
ou vegetava calmamente
uma falsa harmonia?

Depois de você,
talvez eu tenha me encontrado.
Talvez eu esteja certo,
talvez esteja errado...

Mas tudo é um deserto,
enquanto o oásis
não for avistado.

Pode até ser uma miragem,
mas por um momento
nos dá coragem.

A.J. Cardiais
20.04.2006