Nunca fui um obstinado...
Nunca lutei por nada.
Sempre segui a estrada
segui a vida
segui o vento
segui o movimento
da maré.

Sempre estive
para o que der e vier.
fui um barco à deriva
não me preocupando
com minha própria vida.

Se cheguei até aqui
foi por acaso, foi por sorte.
E digo:
Nunca me preocupei com a morte.

A. J. Cardiais