Como eu adoraria ser o teu sabonete,
que acaricia a tua pele macia.
Queria ser também o teu lápis, 
para pintar teus lindos olhos.
Queria ser teu batom, 
pra levemente beijar teus bonitos lábios,
Queria ser a toalha, que desliza pelo teu corpo.
ou ser a roupa que te agasalha.
Queria ser o colchão que acolhe esse teu corpinho.
Queria ser também a mão que te da carinho 
Mas o que eu mais queria ser, era ser o teu amor,
que sempre te venera e venerou, 
pra te amar como nunca ninguém te amou...


João Neves.